Páginas

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Pontas Brancas/Duplas no Cabelo - Como Cuidar?



Bom dia, amadas!
O assunto desse post vão ser as “pontinhas brancas” que às vezes aparecem no cabelo.  Quem já teve/tem sabe de como esse problema incomoda. Você cuida do cabelo com amor e carinho, ele fica lindo no comprimento, mas as pontas ficam cheias de pontinhos branquinhos. De quebra, vem de brinde um ressecamento máster, e uma aparência de vassoura de bruxa. Como fazer?

Primeiramente, é necessário entender porque essas pontinhas aparecem e o que elas são. As pontas do cabelo são extremamente mais suscetíveis a danos do que o resto do cabelo. Se você faz química, por exemplo, enquanto sua raiz recebeu uma, no máximo duas vezes um produto, sua ponta já recebeu dezenas de vezes. Além disso, recebem pouca ou nenhuma oleosidade natural, e sofrem mais com o atrito (elásticos, pentes e escovas), calor (água quente, secador e chapinha), sprays para cabelo, tinturas, luzes, sol, cloro, água do mar... Tudo o que de alguma forma represente dano ao cabelo, incide de forma maior e mais agressiva nas pontas. 

Naturalmente, portanto, elas sofrem maior desgaste, quebra e ressecamento que o resto do cabelo. Então, o que são essas pontinhas brancas? É uma evolução desse desgaste, é quando as pontas do seu cabelo estão tão ressecadas a ponto de o desgaste evoluir a uma ruptura da ponta, que fica branca. Se a pessoa deixa pra lá, e insiste na rotina de danos, essa ponta branca evolui pra ponta dupla, tripla, e por fim, pra chamada vassourinha (também conhecida como ponta múltipla).



Mas então... qual a solução?

TESOURATERAPIA.

Aqui eu me permito fazer um adendo. Vários blogs net afora divulgam dicas e mais dicas para resolver pontas duplas, ressecadas, e até corte químico sem cortar o cabelo. Sou severamente contra esse tipo de posicionamento. Se um profissional, que fez inúmeros cursos e fez de cuidar de cabelos seu meio de vida indica a tesoura, não acho válido um blogueira sem experiência nesse sentido indicar o contrário. Há problemas que só a tesoura resolve. As pontinhas brancas são um deles. E eu sou daquelas que prefere um cabelo curto, mas bonito, do que longo e detonado.

E muita gente se pergunta porque, mesmo depois de aparar as pontinhas, algumas não somem ou voltam rápido. É que, principalmente para quem tem cabelo repicado ou em camadas, aparar pontinhas é algo complicado. Às vezes o corte não pega todas as mechas e fios do cabelo, e sobra algum com a pontinha branca, ou com a iminência de ter. O truque então, é pedir ao cabelereiro que divida seu cabelo seco em várias mechas (como eles fazem pra fazer chapinha) e, mecha por mecha, vá cortando o excesso de ressecamento/quebra/pontas brancas e duplas do seu cabelo. Só depois de ter feito essa “limpeza” nas suas pontas, lavar e dar o corte. Vai diminuir um pouco mais do tamanho, mas compensa no resultado.

Depois, tem que fazer hidratações semanais sem pena, porque se a sua ponta começou a abrir uma vez, é sinal que o resto do seu cabelo está bem fragilizado.

E pra prevenir, como faz? Primeira coisa, hidratações semanais. Uma semana, com uma máscara emoliente (silicone, oliva, argan, tutano, lanolina, colágeno), e na outra com uma reconstrutora (queratina, aminoácidos). Ainda, tomar cuidado ao desembaraçar o cabelo, pra evitar a quebra, usar bons shampoos, evitar a dupla secador + chapinha, e, quando usar, investir num bom protetor térmico. Ainda, espaçar bem o uso de químicas, tipo tinturas, descolorantes, alisantes e progressivas, e nos intervalos entre elas, intensificar as hidratações.

Não há milagre para evitar danos no cabelo, ainda mais nos dias atuais, nos quais o acesso a diversos meios para mudar o visual é fácil e a custos baixos. Mas o cuidado periódico auxilia, sim, na obtenção de um cabelo bonito.

Beijos!

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Dica de Beleza: Vaselina!


Olá, princesas!



Vocês já repararam que, com uma certa frequência, aparecem uns itens de beleza que viram mito/febre na internet? Foi assim com o Bepantol, Glicerina, Óleo de Argan, e diversos outros. Agora, a nova febre dos blogs é a Vaselina. Porque? Honestamente, não sei!

Basicamente, a vaselina é um produto derivado do petróleo, sem cor ou cheiro acentuado, muito utilizado na indústria cosmética. Ela está presente nos batons, hidratantes e até produtos pra cabelo. Pesquisando, li em alguns blogs que ela tem bom poder hidratante. Em outros,          que assim como o óleo mineral, ela apenas cria uma proteção, que impede o tecido de perder água.

Vi também muitas indicações de uso, mas só vou postar aqui as que testei, e as minhas impressões. Há quem prefira a versão líquida, mas eu gosto da sólida, por ter mais usos, e fazer menos meleca. Vamos às funções da vaselina?



·         Li que a Jeniffer Aniston usa na área dos olhos pra evitar rugas. Olha, se a Vaselina impede a perda de água, faz sentido que as previna, por reter água na pele. Mas ela só vai reter uma hidratação que já esteja lá. Eu tenho usado a vaselina sob os olhos após meu creme noturno ter sido totalmente absorvido pela pele. E continuo não abrindo mão do hidratante + filtro pela manhã.

·         Como removedor de maquiagem nos olhos. Nunca testei nada melhor. Só passar um pouco de vaselina nos dedos, e ir devagarinho passando, com os dedos mesmo, no olho para remover rímel e afins. Depois, só tirar aquele grude com um papel higiênico seco, e lavar o rosto com sabonete. Removeu até o rímel à prova d’água da Maybelline, que era terrível de tirar.  

·         Como primer. Esquentar um tico de nada de vaselina sólida nas mãos, e usar no rosto antes da base. Então, não tem aquele vídeo da Marylin que postei aqui? Ela usava vaselina no rosto, antes da maquiagem. Relativamente a fechar poros, bla bla bla, não senti muita diferença não, mas não sinto com primer nenhum que eu já tenha testado. Tenho q reconhecer, no entanto, que a oleosidade da pele demorou bem mais pra aparecer. Honestamente, tenho medo de usar isso com frequência e me dar acne, portanto, só vou usar pra poucas ocasiões. Mas deu certo.

·         Nos lábios. Tem gente que eu li que usa como balm. Eu não recomendo, porque o gosto não é bom. E acho mais prático comprar um balm bom na farmácia, do que ficar fazendo essas receitas malucas que a gente vê net a fora. No entanto, a vaselisa, misturada com açúcar deu um esfoliante para lábios muito eficiente. E também uso nos lábios antes de dormir, e os tenho sentido mais macios.

·         No cabelo. Mistura um pouco de nada no creme de hidratação/reconstrução. Diminui bastante o aspecto espigado e ressecado dos fios. Mas depois da segunda lavagem o efeito foi embora, então acho que foi mais uma “maquiagem” do que hidratação efetiva. E tem que remover bem, com água morna, depois usar condicionador, se não deixa o cabelo ensebado.

Bom moças, essas foram as minhas experiências com o que parece ser o novo mito da internet. Comprei um potinho de vaselina sólida na farmácia por R$ 4,50, e não está nem perto de chegar sequer na metade. Foi um gasto que, pelo menos pra mim, valeu à pena.