Páginas

domingo, 6 de novembro de 2011

Limpeza de Pele em Casa

            Olá, amadas.
            Todo mundo sabe que a gente tem que ter uma rotina power de cuidados com a pele, não é? Isso porque, principalmente no rosto uma pele seca/oleosa demais, com acne, manchas, cravos e outras coisas dá aparência de sujeira, desleixo, envelhece, enfim... Sem falar que pra mim, que uso maquiagem todo dia, nem todo o cuidado do mundo me livra dos cravos pretinhos, especialmente no nariz. Solução? Limpeza de pele profissa.
           Só que não é todo mês que a grana dá, sabe? Eu ainda sou uma universitária, e entre ter o rosto livre de cravos ou meu ensino superior, nem preciso dizer qual é a prioridade. O que isso quer dizer? Que a gente se vira como pode, oras!
          De antemão já adianto que NADA vai substituir a limpeza feita por uma profissional, e que de forma alguma é recomendável extrair (leia-se espremer) cravos e espinhas porque dá manchas, feridas, e outras coisas que a gente está cansada de saber. Além do que, as profissionais tem os produtos e a tecnica pra deixar nosso rosto lisinho e sem marcas.
          Então o que é essa limpeza de que eu falo? Uma tecnica que eu "desenvolvi", e que faço toda semana pra fazer o resultado da minha limpeza profissional durar. Em algumas semanas, parece mesmo que eu fiz limpeza no salão. Na verdade, depois que adotei essa tática ninja só voltei no sãlão 6 meses depois, e com pele digna. Então, vamos ao passo a passo.

1 - Lavar o rosto com sabonete neutro de glicerina (lavo no chuveiro mesmo);
2 - Abrir os poros. Tem gente que põe uma bacia de água quente, põe o rosto no vapor e cobre com toalha. Eu acho que dá trabalho, então, eu já lavo o rosto debaixo do chuveiro morno, enquanto retiro uma máscara de hidratação do cabelo. Banho morno abre os poros igual.
3 - Exfoliar. Eu uso o exfoliante da Clearskin da Avon (ainda no chuveiro, já no fim do banho, olha a praticidade). Mas existem exfoliantes bons em farmácias. Ou você pode usar fubá+água e fazer uma papinha que super funciona.
4 - Máscara. A Avon tem duas máscaras que eu gosto muito, uma de pepino da linha Care, e uma removedora de cravos da Clearskin. Você tem que passar no rosto seco (nessa hora você já saiu do banho), deixar 20 minutinhos, e ela vira um "plástico" no seu rosto. Quando você remove, ela leva junto o excesso de oleosidade e impurezas. Mas tem uns adesivos removedores nas farmácias também, da Nivea se não me engano.
5 - Tônico, pra equilibrar o PH da pele.
6 - Hidratante, pro seu tipo de pele.
7 - Se tiver espinhas, um gel secativo nelas.

           Pronto. Na primeira vez não dá tanta diferença, mas com o tempo eu pude perceber uma melhora sensível na pele. Sem falar, que como eu disse, minha pele resistiu bravamente a seis meses sem limpeza profissional.
Cuidem do rostinho, moças!

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Remova o Rímel, Por Favor!

                  Olá, moças!
            Venho aqui contar uma triste história pra vocês. Ela começa assim: a gente está cansada de ver pela blogsfera afora, assim como na TV, nas revistas, e em diversos meios da importância de remover a maquiagem. Tem dicas de tudo quanto é tipo de demaquilante, dos mais baratinhos aos superfaturados, truqes ninja pra removes o make, enfim, todo mundo sabe que tem que tirar pra dormir.
            Por que? Porque pode causar espinha, pode causar envelhecimento na pele, pode causa irritação. E como tudo cai pra esfera do pode, a gente acaba achando que “uma vezinha só não vai fazer mal”.  Pois é, gente, acabei de descobrir que faz super mal.
            Eu sempre fui até bastante disciplinada com essa coisa de pele, sabe? Como já tive acne, sei que tem que cuidar bem dela, que é o cuidado diário que faz diferença. A questão é que tem dia que dá uma preguiça... Esses dias cheguei em casa nas altas madrugas, e estava muito, mas MUITO frio. Eu estava meio altinha, cansada, querendo cama. Aí pensei que dormir de maquiagem “uma vezinha só não ia fazer mal”. Pois é, gente, fez. Eu acordei sem conseguir abrir o olho direito. Parecia uma conjuntivite, ou que eu era mais uma estatística nos casos de Lei Maria da Penha. Coçava horrores, e além disso, o olho estava preto feat. Melecado feat. Borrado (Katylene I Love you!). Ou seja, como você remove a maquiagem de um olho que já está irritado?
            Tive que lavar com soro fisiológico, colocar compressa fria, até o inchaço diminuir a ponto de eu entender o que tinha acontecido.  E o que aconteceu foi que o rímel, depois de seco e com o tempo acabou ressecando e começou a soltar uns “farelinhos” (com quase todo rímel é assim, especialmente os à prova d’água). Aí, com seu olho fechado e lacrimejando, isso pode acabar entrando nele. Mais, com o esfrega-esfrega no travesseiro, coçadas involuntárias que você pode dar dormindo, podem sair cílios aos tufos e algum deles entrar no seu olho também. Ou seja: uma irritação Power. O meu olho demorou dois dias, à base de muito carinho pra voltar ao normal. L

            O que isso quer dizer? Não importa a preguiça, o frio ou o que quer que seja. Se você não tem tempo de remover toda a maquiagem como manda o figurino, remova PELO MENOS a dos olhos. O olho é uma região super sensível e não deve ficar exposto a esse monte de química. Ironicamente, é a parte do rosto que a gente mais enche de maquiagem.
            Uma vez vi num blog (não lembro qual, mas tinha até vídeo) uma dica ótima pra remover o make do olho rapidinho. A moça colocava um pouco de óleo Johnson (de bebê) nas pontas dos dedos e massageava os olhos com carinho até virar uma meleca estranha. Depois, lavava o rosto com o shampoo Johnson ou com um sabonete, e gente... saía a maquiagem do olho TODINHA!!! A moça não demorava dois minutos pra fazer isso, e de quebra, tirava o excesso de make do rosto. Óbvio que se você passar o algodão com tônico no rosto depois, vai descobrir que ainda tem sujeira ali, mas é uma boa pedida pra dias de preguiça, e não é nada caro.
            Moças, atendam ao meu apelo e removam a make antes de dormir?
           

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Surpresa Capilar: Vitiss

               Olá, amadas!
            Eu vim falar aqui de uma surpresinha capilar pra vocês. Seguinte, eu já falei aqui no blog que não gostava muito de usar queratina no cabelo, porque queratina demais tem efeito contrário: em vez de deixar a juba linda, acaba enfraquecendo. O fato é: meu cabelo tava precisando dela.
            Depois das luzes, do vermelhão, do soap cap (desastroso) e de sucessivas tinturas pra tirar o vermelho do cabelo, eu senti uma certa fragilidade no pobrezinho. Mas era fim de mês, sabe como é... Aí a moça da farmácia tentou me empurrar alguns cremes de queratina que eu já tinha usado e, ou não davam no meu bolso, ou não tinha tido aquele resultado show de bola, sabe? Até que ela veio com esse xuxu na mão, esse potinho lindo, esse meu novo xodó.
            Eu não conhecia essa marca, Vitiss, e nem pus muita fé. Escolhi pelo cheiro e pelo preço mesmo (R$12,50). O cheiro é gostosinho, mas bem suave, e como eu não gosto de ficar misturando cheiro, pensei “vai esse mesmo”. A textura dele nem é aguada nem grossa demais, e é bem macio de passar. Desembaraça super o cabelo, e tem que deixar 15 minutinhos com a touquinha plástica no cabelo.
Obs: Truque ninja: esquenta a touca com o secador antes de por na cabeça.



            Após o uso era outro cabelo. Ficou macio, ficou brilhante, ficou bonito. De fato, meu cabelo estava precisando de queratina. To usando a cada 15 dias e to achando ótimo. Nos intervalos, to usando o Novex Óleo de Argan (amor eterno), e to doida pra testar outros cremes dessa marca. Pesquisando na net vi que se tratava de uma marca de cosméticos naturais, e realmente, as outras linhas da marca são sempre com ativos naturais (essa de queratina também tem romã na composição, para cabelos tingidos).
            Assim que eu testar outros produtos, eu conto aqui.