Páginas

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Moda pra concurso público?

 Divas pirigas do meu coração!
Vocês devem estar achando o título do post o cúmulo da futilidade, né? Isso porque quem vai fazer concurso público está preocupada em passar, e não com moda. Mas a questão aqui não é nem beleza, mas evitar situações desagradáveis. Isso porque já prestei algumas provas de concurso, e já vi tanta mulher usar roupa/acessório em total desacordo com a ocasião que se atrapalhava e atrapalhava os outros a fazer prova. E aí vem a pergunta: “mas Barbara, o que a minha roupa tem a ver com a prova que eu vou prestar?”. Eu respondo: muita coisa. Então eu vou dar umas dicas aqui pra que certas situações desagradáveis sejam evitadas. Vamos?
1 – Não use bolsa grande: Seguinte, moças, na sala onde se faz prova não se pode entrar com essas coisas. Costuma-se até dar aos candidatos um saquinho plástico lacrado pra guardar os pertences. Aí vão as desavisadas com uma bolsa-mala, cheia de coisas que elas não vão usar ter um trabalhão na hora de serem revistadas, colocar as coisas no saco plástico (que normalmente é pequeno), dependendo do local de prova tem que deixar a bolsa do lado de fora em local inadequado... uma dor de cabeça desnecessária num momento que já é tenso. O ideal é levar um bolsa mini só com a caneta, dinheiro, chaves e documentos. Se possível, nem celular.
2 – Não use salto/calça baixa/ blusa decotada: Onde as provas de concurso são feitas? Normalmente em escolas (de ensino fundamental e médio). Se lembram de como são as carteiras desses lugares? Pois é. Duras e desconfortáveis. O que isso quer dizer é que se você não for com uma roupa MUITO confortável, você vai ter que ficar se ajeitando o tempo todo no lugar. E isso tira a concentração do que será importante: a prova. Procurem usar sapatilhas/oxfords, uma calça não muito baixa e não muito justa e uma blusa confortável. Se você tiver que ficar ajeitando a roupa o tempo todo, não fará prova direito.
3 – Cuidado com os acessórios: Uma vez fiz prova numa sala em que uma menina foi com 48237687256845684 pulseirinhas de argola. Toda vez que ela mexia o braço (o que quer dizer o tempo todo) fazia mais barulho do que o chocalho da minha irmã. Podia até não incomodá-la, mas os outros candidatos na sala olhavam feio pra ela o tempo todo. Resultado? O fiscal teve que pedir pra ela tirar aquilo. A dica aqui é: evite coisas que façam barulho.
4 – Perfume forte não: Gente, concurso é uma hora de tensão. Todo mundo quer passar, todo mundo está nervoso. Coisas que não incomodam normalmente, ali passam a incomodar. Uma pessoa com perfume muito forte sentada na sua frente tira TOTALMENTE a sua concentração da prova. As pessoas que estarão na mesma sala que você, antes de serem seus concorrentes, são pessoas como você. Então não esqueça as noções de coletividade e civilidade e pense no próximo. Não tome banho de perfume.
5 – Sala de provas não é lanchonete: Normalmente as provas de concurso são longas. Acaba sendo normal pessoas levarem algo pra beber/comer pra sala, porque depois que a prova começa já era. Mas tenha bom senso. Já vi gente levando caixa de bombom, coxinha (o cheiro de fritura na sala foi insuportável), latinha de coca-cola (na hora de abrir teve gente que até tomou susto). Não se leva esse tipo de coisa, principalmente as de odor acentuado. Uma garrafa de água, uma barrinha de cereal e uma balinha são suficientes. A sua refeição de verdade, deixa pra fazer em casa, ok?
De resto, amadas, estudem, tenham calma, tranqüilidade, levem sempre uma caneta preta e façam uma refeição leve antes da prova. E quando forem aprovadas, lembrem de mim!!!
Beijos!

sábado, 25 de junho de 2011

Filmes que amamos: "X-Men: First Class"


Divas e divos!

Bom, eu não sou a melhor pessoa do mundo pra falar sobre filmes, mas gostei taaanto desse aqui que resolvi dividir com vocês, hehe!



Na verdade, a ideia inicial era assistir Piratas do Caribe 4, mas como o trânsito maravilhoso dessa cidade não ajuda não deu tempo, resolvemos assistir X-Men. Eu fiquei preocupada em não pegar o ritmo do filme, porque, honestamente, conheço pouco da trama, mas nem, foi tranquilo; aliás, pra quem, como eu, conhece pouco a história, vale a pena conferir o filme sim, pois ele mostra justamente o início de tudo, a história de Magneto e do Professor Xavier, como a sua amizade inicial se converte em rivalidade, enfim, “amarra” os pontos principais pra galera entender a essência da história.

O filme começa durante o período da Segunda Grande Guerra, contando sobre a infância triste de Erik Lensherr (Magneto), que presencia a morte da própria mãe pelo mutante Shaw (interpretado por Kevin Bacon) e passa a buscar vingança, utilizando-se de seu poder magnético. De outro lado, a infância e adolescência mais recolhida de Charles Xavier, também mutante, que se dedica justamente ao estudo da sua genética para compreender melhor sobre as mutações. A busca por outros mutantes acaba juntando os destinos dos dois personagens que, já adultos, vivendo no contexto da Guerra Fria, unem-se para tentar evitar o estouro de uma Terceira Guerra Mundial, almejada por Shaw.

E dentro de toda essa trama é contada também a origem de Raven (a Mística), sua relação com Xavier e Magneto, do Fera (gente, eu achei liindo!, apesar de triste), e como o professor Xavier perde o movimento das pernas, dentre outras coisas. Eu não vou contar tudo aqui porque senão perde a graça, mas adianto que é bom, muito bom!

Adorei o elenco, e mostro aqui procês:


James McAvoy (Charles Xavier)


O fofo aí é quem dá vida ao mítico Professor Xavier. Alguém pode lembrar dele em “Crônicas de Narnia: o Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa”, como o Sr. Tumnus...



Sr. Tumnus!


Michael Fassbender (Erik Lensherr – Magneto)

Eu nem lembrava desse ator, gente, depois eu vi na net que ele também já participou de “300” e “Bastardos Inglórios” (aliás, filmaaaaaço!). Como eu não reconheci anteesss???

Mas hein, mulherada, o cara é chuchu ou não é, me digam? #todaschora!





Jennifer Lawrence (Raven – Mítica)

Atriz liinda de morrer, interpreta a Mítica quando não está em sua forma original, azulzinha... a gata é a protagonista do aclamado “Inverno da Alma”, que eu ainda não vi :( vergonha

E eu amei essa make da foto, que ainda vou copiar, haha!




January Jones (Emma Frost)




Rose Byrne (agente Moira McTaggert)

Linda atriz, foi a Briseida de “Tróia”, e em X-Men faz o papel de uma espiã da CIA que ajuda Xavier a encontrar outros mutantes.




Kevin Bacon ( Dr. Schmidt – Shaw)

Mutante perigosão do filme, hehe! Ele tem o poder de concentrar energia em seu corpo através de toda e qualquer fonte. É o alvo da vingança de Magneto.



Bom, o meu veredicto final sobre o filme foi positivo: achei uma história bem contada, e apesar de Magneto e Xavier terem se tornado rivais, é bonito de ver a amizade deles durante o filme, como um foi importante na história do outro, e como a admiração entre eles parece perdurar... além do mais, tem cenas fofas (a Mística criança, por exemplo, é uma graciiiinha!), a dose certinha de humor (as cantadas nerd de Xavier são as melhores, além, claro, do ciúme dele com o cabelo, rs!), os efeitos são bons, o elenco escolhido também...

Muita gente não curtiu 100% o filme, especialmente quando comparado à “X-Men Origens: Wolverine” (sim, gente, ele faz uma pontinha no filme \o/ cinco segundos, mas tá valendo, haha!), mas, na minha humilde opinião, são dois filmes pra serem somados, e não comparados... é, o Wolverine é o melhor EVER, eu sei, mas o First Class vale a entrada do cinema mesmo assim; já está ótimo sermos agraciados com a ausência de Ciclope (desculpa, gente, mas ele não dá pra engolir!), e da insossa Jean Grey #prontofalei.

Wolverine, a gente também te ama!

Então, meus amores, é isso: espero que tenham curtido a minha super humilde crítica, e quem ficou na vontade corre pra ver... não será tempo e $$ perdido, definitivamente! Voltem pra comentar!


Beeeijo!


sexta-feira, 24 de junho de 2011

...e a nova masculinidade?

            Hello my ladies!!!
Imaginem a cena, a mulher chega em casa do serviço e lembra que sábado tem festa pra ir. Ela dá um beijo no marido e pega o telefone pra marcar unha, sombracelha e depilação. Aí o marido vira pra ela e diz: “ah amor, aproveita e marca pra mim também”. Oi?
            Estava conversando com uma pessoa sobre o blog (Dr. Thiago! Oi? Tá famoso agora!), e essa pessoa me disse que não curte androginia. Parei pra pensar e descobri que não curto também não. E o estranho é que eu achava que a idéia me agradava... Explico: já disse aqui 200 milhões de vezes que eu amo a década de 80, que queria ter a minha idade atual nessa época, blá blá blá. E o que mais fazia sucesso nessa época? Isso mesmo: a androginia.
            Mas veja bem, era uma época glamurosa. Os homens que tinham coragem de usar brilho/glitter/laquê eram os integrantes das bandas de Hard Rock (tipo Poison, Kiss, Whitesnake, Ac/Dc). Não eram pessoas, eram personagens. E no mundo da ficção tudo é permitido, tudo é divertido, tudo é poético e bonito. Mas e hoje?

Paetê, maquiagem, laquê e salto alto...

... só se for em banda de Hard Rock!!!

            Hoje, meu bem, você corre o risco da bancada de cosméticos do seu namorado ser tão grande quanto a sua. Hoje não é (só) o rockstar que faz a unha e tinge o cabelo: é o seu irmão, seu colega de trabalho, seu namorado... talvez até seu pai. Óbvio que não está mais na moda homem usar purpurina (ou eu espero que não), mas as linhas que separam os sexos estão cada vez menos definidas: e é disso que eu não gosto.
            Se um cara hoje limita seus cuidados belezísticos a fazer a barba, cortar o cabelo no barbeiro da esquina e cortar a unha com um cortador, ele é chamado de ogro. Pode isso? Eu não condeno a vaidade. Aliás, com a minha mania de limpeza, acho super válido que os homens passem a aderir a algumas práticas mais civilizadas. Mas sem exageros.
            Homem tem que ser limpo e cheiroso, mas não precisa ser uma moça. Não precisa fazer progressiva, luzes, tingir cabelo (adooooro grisalhos... George Clooney, suspiros!), fazer unha toda semana, depilar as costas, desenhar a sombracelha. Parece, pra mim, pelo menos, que o cara perde 50% da testosterona nesse processo. Óbvio que o cara não precisa ficar igual o Tony Ramos, ou com uma monocelha na cara, não precisa pagar de estagiário do Shrek, mas aderir à vaidade tem que ter critério, se não vira bagunça.
            A graça de tudo está nos universos, masculino e feminino, serem diversos. Em as mulheres passarem os dias no salão, e os homens nos butecos bebendo cerveja. E não em uma hipótese como a do começo do post, onde homens virem freqüentadores assíduos de salão de beleza. Pra mim, é uma situação, no mínimo, broxante. É até engraçadinho ver o David Beckham usando saia (oi?), mas, de boa, vocês realmente achariam isso bonito num homem comum, no meio da rua? Eu certamente não.
            Então eu levanto a bandeira de que mulher tem q ser delicada, e homem tem que ser (porque não?) meio ogrinho mesmo. Se não perde a graça.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Hidratante BBB - Surpresa

Gente, quando se fala em hidratante da Monange, o que vocês imaginam???
A Xuxa se jogando loucamente e tomando banho de hidratante?


Hhahahahahaha!
Pois bem. Há um tempo que a marca também mudou as embalagens, formulação, aumentou a linha e mudou o posicionamento no mercado. O mesmo que fez a Seda. E como eu dei uma chance pra Seda e gostei, resolvi dar uma chance pra Monange também. Ai comprei o hidratante Monange Nutrsikin Beleza Firmadora, com colágeno. O preço foi pouco mais de 3 Dilmas, e confesso que comprei por causa do cheiro docinho delícia que me lembra bala de cereja. Mas ele some, tipo, se você passa logo quando sai do banho, na hora que você vai passar o perfume pra sair já não tem mais cheiro do hidratante. Eu achei um ponto positivo, porque odeio misturar cheiros. Na verdade, minha pele parecia o solo do polígono das secas, porque não vinha usando hidratantes justamente pra não misturar cheiros.


O creme é bem consistente e eu achei que hidratou bem minha pele, que é normal. Em 3 dias de uso tirou o aspecto de solo rachado, e farei um update do post depois de umas duas semanas de uso contínuo pra dizer como está a pele.
Vamos dar uma chance pro monange?

domingo, 19 de junho de 2011

Eu Não Vou Usar: Melissa!

           Já sei de antemão que vai ter gente me apedrejando desde o título do post. Mas... Olha, tenho que dizer que essas sandalias de plástico não me atraem.
           Primeiro, porque me lembram a época que eu comprava sandalinhas da Xuxa com cheiro de chiclete. Segundo, porque não consigo conceber um mundo onde por plástico colorido nos pés (e alguns com design bizarro) possa ser elegante. Glora Kalil usa Melissa? Constanza Pascolato usa Melissa? Posso viver num universo paralelo, mas pra mim, é coisa de adolescente. Não consigo casar a imagem das Melissas com uma imagem de mulher elegante.
            Eu sei que tem gente que tem um estilo mais moleca, mais descontraído e que até fica bem. E também, pode ser vício do visual corporativo ao qual estou atada. Mas não uso sandália de plástico e ponto. Faz meu pé transpirar e eu acho cafona (rasguei o verbo) pra pessoas que passaram dos 20.
           Agora podem me apedrejar!!!


Não uso.

sábado, 18 de junho de 2011

Recupere a cara da ressaca!!!

Encheu a cara ontem? Pois é, mas hoje foi dia de acordar cedo, e, obviamente você não quer que o planeta veja sua cara de ressaca. Pois bem, andei fuçando na net pra ver algumas dicas de como recuperar a face e... poxa, gente, de ressaca, com pouco tempo, quem pode se dar ao luxo de colocar saquinhos de chá de camomila por meia hora nas olheiras? Então, desenvolvi minha rotina Express de como salvar a cara pós ressaca, e vou dividir com vocês: VEM COMIGO!!!
Primeiro, café da manhã. Estômago vazio deixa você com cara abatida. Se estiver enjoada, tome uma água tônica antes (o gosto é péssimo, mas o efeito é milagroso). Depois, banho!!! Quente pra relaxar, frio pra despertar, não importa! O importante é ficar limpa e cheirosa!
Agora, moças, é hora de dar um jeito na cara. Primeiro, primer. Eu uso o Magix da Avon, pra poder fechar os poros e deixar a pele com cara de bumbum de bebê. Depois, base líquida. Uso da Vult, ou a Ideal Shade da Avon também, que são bem leves e não oleosas. Amadas, eu não uso corretivo nas olheiras. A base já dá uma disfarçada, e eu acho que um pouco de olheira é mais natural do que cara de coala. Por fim, lápis bege na linha d’água, rímel e blush. Só.


Eles são até fofos. Mas essas coisinhas brancas, em volta dos SEUS olhinhos não são. Maneire no corretivo!


Eu gosto das bases que citei porque, pelo menos na minha pele elas dispensam o uso de pó, então o aspecto do rosto fica mais natural. Quem gostar, pode usar um iluminador também, dá uma baita ajuda.
Por fim, um rabo de cavalo no cabelo e belas doses de café pra recuperar o ânimo!!!
Beijos, gatas!!!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

DONA

Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, VIVER ultrapassa qualquer entendimento

Clarice Lispector






Esse post é pra vocês meninas que tem medo de inovar de conhecer o desconhecido, vocês são simplismente Donas do seu destino.

E o clipe novo da Gaga?

Gente, saiu o clipe novo da Gaga, The Edge Of Glory. E posso falar pra vocês? Eu gostei!!! E ainda acho que a Gaga vai dominar o mundo!!! O clipe, pros padrões bizarros da Gaga tá bem minimalista, com uma pegada que me lembra os anos 80 (amo!!!), até mesmo Flashdance, arrisco dizer.
Achei que já em Judas ela tinha maneirado nas bizarrices, mas nesse clipe ela realmente focou na música, no canto e na dança, sem poluição visual. Achei digno. Até porque a Gaga canta de verdade, isso a gente não pode negar (ao contrário da Ke$ha... sorry). Então, venho trazer o clipe pras minhas ladies, e um close das makes que ela usou nesse clipe e em Judas, que eu gostei bastante do conceito. Quando adaptar pra vida real, posto aqui.

Em Judas, mais clean...

...e em The Edge Of Glory, mais trash.


Ainda segue pra vocês o clipe. E em breve a maquiagem, promessa!!!


quinta-feira, 16 de junho de 2011

Eu dou moral pra Britney!!!

Isso mesmo, moças, eu dou moral pra ela! Porque na hora de fazer músicas pra bater cabelo na buátchy, não tem pra ninguem! E todo mundo pode até gongar ela porque ela não tá com o corpão da Beyoncé, ou não tem o vozeirão da Xtina (MUSA!!!), mas aí: ela marcou a adolescencia de muita gente.
E basta ela lançar uma música mais dançante que não tem pra Gaga, não tem pra Ke$ha, não tem pra ninguem!
Mas enfim... passando aqui não pra falar do talento (ou falta de) da moça, mas porque, gente, enquanto a Aguilera faz a linha carão com seu batom cereja, a Brit pe sempre basiquinha no make, né? Se liga só no que ela usou pro clipe de Till The World Ends:



Básico do básico: esfumadinho preto com bege e lápis preto só no canto externo. Também, se eu tivesse essa cara só usava isso.


terça-feira, 14 de junho de 2011

MUDE!!!!

Amadas, eu tenho fogo no c* faniquito pra mudanças. Odeio passar muito tempo com a mesma cara. Aí que tava de bobis na net enquanto devia estar terminando a monografia, e me deu um desses surtos. Tinha retocado o vermelho da raiz, o cabelo tava tão gracinha... mas a franja ficava pulando pra dentro do meu olho. Aí cortei!
Lembrei, depois, de uma vez que a Kate Moss causou frisson quando apareceu de franjinha e disse pros repórteres que ela mesma tinha cortado no espelho do banheiro. Pois é, se ela pode, porque eu não? (Talvez porque não sou nem tão linda nem tão rhyca, mas abapha!).
Até alguns meses atrás eu tava de franjinha assim, mas tinha resolvido deixar crescer depois que a Olivia Wilde e um monte de celebridades me copiaram cortaram franja também. Aí voltei, porque acho que fico parecendo mais nova, e meu aniversário tá chegando e eu já estou surtando. Odeio ficar velha (só me acalmo com presentes!).
Então, minhas ladies, a dica do dia é: não tenham medo de mudar. Se der um faniquito como o meu (e ele não corresponder a tacar fogo no cabelo, nem pintar de verde e amarelo), mudem! Cabelo cresce, e o importante é se divertir!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Dicas de estilo para meninos.

Hello!
Bom, conforme prometido, esse post é para todos os meus mocinhos que lêem o blog. Porque, né? Homem também quer se vestir com estilo, mas sem frescura. Então... segue pequeno manual com algumas noções de estilo para meninos.

1 – A soma camiseta lisa + jeans nunca falha. Meninos, esqueçam aquelas estampas bizarras na camisa, esqueçam paetês, esqueçam apliques. Camisa lisa, básica, é tudo!!! Se quiser variar, use camisas com logos pequenas, escudos, ou, se você for muito estiloso, listras ou um xadrez bacana. Só. E se tiver dúvida, vai de liso mesmo que fica muito mais lindo, vai por mim.
2 – Bermuda de tactel, só na praia. E LISA. Pelo amor de Deus, eu acho a maioria das estampas dessas bermudas o fim. Não combinam com nada e são de extremo mau gosto. Só no verão e na praia, por favor. De resto, bermudas ficam restritas ao jeans, brim, sarja. Muito mais bonitas.
3 – Use o tênis de academia...só na academia. Sabe aquele tênis carérrimo com 235 amortecedores de impacto? Pois é. Ele foi feito pra academia e prática de esportes. Acredite, usá-lo com calça jeans fica muito feio. Usá-lo com bermuda (de tactel) é ainda pior. Tenha seu tênis esportivo pra academia, e pra sair, use outro, com modelo mais street, fino. Ou um sapatenis. Faz diferença.

Não use isso na rua. Pelamorededeus!!!
Esse é um tenis de se usar pra sair, ok?

4 – Cuidado com o ajuste das roupas. Camisa muito justinha, calça folgada de mais, ou com bainha grande são o fim. Dão uma aparência desleixada pro seu look. Use roupas do tamanho certo.
5 – Homem não faz unha. Não adianta dizerem que o David Beckham faz. Que tá na moda. Que é higiênico. Homem não tira cutícula (tá, ninguém devia tirar), homem não passa base. Tem que manter a unha cortada e limpa, mas é só. Ah sim, e evitem deixar aquelas pelinhas soltas no canto que é nojento, mas, por favor, o cuidado básico com higiene é suficiente.
6 – Óculos espelhados e óculos com armação branca: diga não. Gente, eu só vi 1 pessoa até hoje ficar bem com esses dois modelos de óculos citados. O resto, ficou cafona. Então, se você não for como essa única pessoa que eu falei, escolha o tradicional (e certamente bonito), ok?
7 – Mantenha um corte decente no cabelo. Amados, até o cabelo “desarrumadinho” tem que ser proposital. Mantenha o corte em dia. E fuja do visual moicano-manga-chupada, que essa é outra coisa que só fica bem no David Beckham.

Nele, moicano é lindo...
...e veja em outra pessoa? Não faça isso!!!

Bom, moços, espero ter dado algumas noções de estilo pra vocês, e, certamente farei mais post para mocinhos aqui no blog
Beijos!

domingo, 12 de junho de 2011

Palavras Bonitas

       Vocês conhecem alguem que tem o dom de dizer coisas bonitas? Pois é, eu conheço. O nome dele é Ronni, é um grande amigo, e sempre visito o blog dele quendo preciso de uma pérola de sabedoria.
       Sempre que leio as coisas que ele escreve, lembro do amigo que me dava os melhores conselhos na época de ensino médio.
        Saudades.
"Questiono-me se tudo tem é um recomeço? Seria possível recomeçar algo que aparentemente estava acabado para sempre?
Sou como uma relva que hoje existe e amanhã já não existe mais. Voltaria eu a viver?
Voltaria você a viver?
[...]
Para todos, é possível e é oferecido um renascer."
Ronni Anderson
          Pra quem gostou e quiser acessar o blog dele, o endereço é esse aqui.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Shampoo Bão!!!

Gente, eu tava com um problema sério no meu cabelo: meu Pantene me abandonou!
Eu estava usando aquela linha de reparação, porque meu cabelo tinha sido tingido, tonalizado, descolorido e depois tingido de novo, então as potas iam começar a pedir tesoura se eu não cuidasse bem da peruca. O problema é que a pantene estava sendo uma maravilha pras pontas, mas a raiz (e a franja) ficavam oleosas no dia seguinte. E levar o cabelo todo dia, pra quem tinge de vermelho, é caixão. O shampoo de reconstrução que eu tinha aqui tava deixando meu cabelo duro. Aí tive a idéia "eureca!" e resolvi tentar algo novo.
Nas prateleiras da farmácia, pincei algo que eu nunca tinha usado: shampoo pra dar brilho. E o escolhido foi da Elsève Nutri Gloss.


Gente, que benção!!! Minha raiz não está ficando oleosa, dá pra lavar dia sim, dia não. E o brilho do cabelo está fantástico! Ele não está hidratando minhas pontinhas como o Pantene hidratava, isso tenho que admitir, mas o leave in dá conta do recado, então eu to amando. Sem falar que minhas pontas e minha cor não estão mais pagando o preço da minha raiz teimosa. Eu gostei.
E antes que me perguntem porque não estou usando nenhuma linha pra cabelos tingidos, TODAS as que testei até hoje deixam meu cabelo com cara de ensebado, mesmo enxaguando por duas horas.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

As vezes você precisa dizer "Eu Te Amo"...

...pro mundo todo ouvir.
    Não, ladies, não é um post sobre Dia dos Namorados, até porque há mais ou menos três meses fiquei solteira (#todascomemora). É sobre aquelas pessoas que você ama com paixão, com desespero, com ternura, com tudo o que você tem no coração.
    Há 5 meses, no dia 20 de dezembro, eu ganhei uma irmã. Sim, ela é 21 anos mais nova que eu, e é filha da minha mãe. 21 anos depois (e com 39 anos de idade), mammys foi mamãe de novo, e deu pra família toda um presente grandioso: a Bettina.
    Nem vou falar da coragem e do jogo de cintura da minha mãe pra ter um bebê à essa altura do campeonato, mas sim vou falar da benção que a Bee é: é a criança mais amada desse mundo. E eu vim dizer pro mundo todo ouvir que eu amo essa princesa.
    É a coisa mais fofa vê-la esticar os bracinhos roliços pra gente, dar aqueles sorrisos maravilhosos que só as crianças sabem dar. Esse Dia dos Namorados eu vou passar com meu amor de verdade. E é isso que eu sugiro pras minhas amadas leitoras: procurem seu amor de verdade. Pode ser seu amigo querido, seus familiares, filhos, ou um irmão. Procurem esse amor honesto, sincero, que não quer nada em troca e quer te dar o mundo. Procurem a pessoa que nunca vai te abandonar, trair ou roubar.
    Esse post é pra ficar registrado por escrito, em algum lugar, que eu amo a minha irmã com toda a força do meu coração, um amor tão puro e tão honesto quanto os sorrisos que eu recebo toda vez que ela acorda e me vê. Irmã, eu AMO VOCÊ.


quarta-feira, 8 de junho de 2011

Seja Sexy!!!



Gente, começo com o totoso do Justin dizendo que vai trazer o sexy de volta. Justin seu lindo, esse clipe é de 2006 e eu ainda estou esperando o sexy voltar.
Explico: gente, a moda atual está me dando no saco! É muito conceito de modelagem, conceito de textura, conceito do color blocking, conceito, conceito, conceito... ufa! Pra que tanta informação? Eu vejo moças nas ruas fazendo um "mix de tendencias" e acho lindo, acho mesmo, mas... as pessoas caem em dois extremos: ou elas são fashion (e usam coisa que as vezes tem gosto duvidoso), ou são elevadas ao status vulgar das panicats. A sensualidade chic, estilo Marilyn ou Hilda Furacão praticamente acabou. E eu quero ela de volta!
Gente, eu quero voltar a andar na rua e ter certeza que, se alguem virou o pescoço pra me olhar é por ter gostado do que viu - e não correr o risco de ser por causa de ter achado minha roupa bizarra. Eu quero voltar, antes de mais nada, a me seduzir. Por isso, vim falar pra vocês que estou desistindo das tendencias. To escrevendo esse post depois de um banho gostoso, todo trabalhado nos óleos perfumados, onde decidi que vou sempre colocar um pitada de sensualidade na minha vida. Hoje eu vou me permitir o pretinho básico com decote, e vou ver no que dá.
Sem mais a obrigação de ter que estar "na moda" o tempo todo...quem concorda?

terça-feira, 7 de junho de 2011

Baby Liss: Como fazer Pra Esse Danado Durar

Hey, ladies!
Bom, como vocês sabem, quem quer escrever em um blog tem que ser, antes de mais nada, um bom leitor de blogs. E eu leio muitos. Uns, assiduamente, outros, nem tanto. E entre blogs e sites de revistas eu tenho visto muito a moda dos cabelos ondulados. Já até postei aqui uns cachinhos que eu fiz e que ficaram uma gracinha. O problema? Não duram!!!
Pra vocês terem uma idéia, pra isso parar no meu cabelo eu tenho que fazer assim: lavar sem condicionador, usar uma mousse, secar, fazer o baby liss e prender cada cacho com grampo, depois passar spray. Aí, só solto o raio do cacho quando vou sair dou uma batidinha, e quando chego em casa... o cabelo está esmilinguido, quase liso de novo. Não dá raiva?
É o que eu fico pensando de quando uma moça faz uma escova e chega em casa com a ponta do cabelo enrolando. Deve dar um ódio mortal! Você gasta seu tempo, seu braço e seu dinheiro fazendo uma escova e a danada não dura. No inverno, em lugar aberto então, é caixão.
Por isso fui perguntar à santa Marta (minha cabeleireira de confiança) como eu faço pra essa joça durar. As respostas?
· Hidrate o cabelo – gente, essa devia ser uma máxima universal, tipo, “use filtro solar”. Qualquer coisa que você quiser fazer no cabelo só dá certo se ele estiver tratado. Então... trate.
· Use pouco/nenhum condicionador – ele deixa o cabelo mole, acaba não segurando o resultado.
· Use mousse/leave in que segure o resultado – quem quer cachos usa um ativador, quem quer liso usa defrizante. Parece besteira, mas além de proteger os cabelos do calor, eles contribuem com o resultado final.
· Seque bem a raiz – se você deixar umidade na raiz do cabelo, lascou neném! Ela transfere pro resto do fio e tchau resultado.
· Não tenha medo do spray – gente, usado com moderação, ele segura mais um pouco o penteado que você fez e não vai deixar seu cabelo duro. É só usar pouquinho, e a uns 20 centímetros de distância do cabelo.
· Leve um elástico na bolsa – porque se chover, meu bem, bye bye cabelo! Aí você salva a produção com o bom e velho rabo da cavalo!


Será que agora ele fica?

Bom, gatas, quem tiver mais dicas, posta aí nos comentários, divide com a gente!

domingo, 5 de junho de 2011

Agua Mineral e Cenoura Pra Pele

 Gente, já falei pra vocês que sou super amiga do meu dermatologista, né?
Tipo, tem muita coisa bacana, muita dica esperta nesse mundo de internet, mas nem tudo o que serve pra umas pessoas serve pra outras. E orientação profissional é tudo na hora de achar um tratamento sob medida pra você. Mas... tem dicas que são universais (tipo, "use filtro solar", hahahaha).
Uma coisa que meu amado dermato falou é da qualidade da água que a gente utiliza no dia a dia. Gente, a água que sai da nossa torneira é tratada com cloro e sulfato de alumínio. Ela é potável, é "bebível" depois do processo de filtragem. Mas carrega consigo um monte de substancias que a deixa, digamos, "menos pura". Aí ele me aconselhou a dar a ultima enxaguada no rosto com agua mineral. Gente, na hora de jogar a água no rosto dá pra sentir diferença. Ela parece, não sei, mais leve, mais fluida... não dá pra explicar. Claro que não dá pra tomar banho de água mineral, nem nada disso, mas so a pele do meu rosto, em um mes, deu uma diferença bruta. Experimentei dar um ultimo enxague no cabelo, depois da hidratação com agua mineral tambem e senti diferença.
A segunda dica que ele me deu foi passar a comer mais cenoura nas minhas refeições também. Nem vou falar de todos os beneficios que ela traz pra saude não, mas pelo menos umas 4 vezes por semana procuro colocar cenoura ralada na minha salada. Junto com a minha rotina de cuidados com a pele eu tenho sentido uma melhora boa na textura e viço.
Então moças, a dica do dia é: ultimo enxague do rosto com agua mineral sempre, e cenoura nas refeições. Depois vocês me contam se deu certo.

sábado, 4 de junho de 2011

Envelhecendo Com Dignidade + Hábitos Saudáveis

Hello, ladies!
Yasmin veio com esse lance de envelhecer com dignidade e eu comecei a pensar no que eu faço pra que a dignidade não me abandone com o tempo. Cara, bati cabeça e descobri que o processo de envelhecer com dignidade é anulador de vida. Todo mundo sabe que tem que tomar banho de filtro solar, comer muita coisa saudável, evitar frituras e alimentos industrializados, fazer exercícios... ou seja, você tem que ter tempo, dinheiro e muita paciência. Ou seja, 0,0001% da população.
Muitas dessas coisas a gente está cansado de saber, mas não faz por não ter tempo, ou por não querer mais. Vai me dizer que você olha pra salada de espinafre e pra lasanha e escolhe a salada?
Vai ter médico que vai me matar, mas acho que essa coisa de hábitos saudáveis um saco. Eu deixo de comer e beber tudo o que eu gosto pra envelhecer com saúde, e aí vem um caminhão, me atropela, eu morro jovem e sem ter curtido? Ta bom, não me batam, eu sei da importância desses hábitos. Tanto que adaptei alguns deles pra minha rotina e meu estilo de vida. É isso que vim contar pra vocês. Saliento que esse foi o modo que eu achei de incorporar hábitos saudáveis na minha rotina, mas cada um pode fazer as adaptação pro próprio gosto/estilo de vida:

  • Filtro com base: Bom, já falei do meu filtro solar da Adcos. Eu não preciso passar 200 produtos na cara, ele cumpre bem a função de base e quando vou retocar, tenho a impressão de estar me maquiando! Nas mãos eu também uma um hidratante com filtro, porque mão enrugada entrega idade, gata!
  • Fazer curtas distâncias a pé: Gente, odeio academia. ODEIO. Tenho pavor. Então não me mandem malhar. O que eu faço é que todo lugar que eu vou, se dá pra ir a pé, eu vou. Assim, somando os trajetos que faço, ando cerca de uma hora por dia. Ano que vem, acabando a facul também quero voltar a fazer aula de dança. É o único exercício que me dá prazer.
  • Suco de Laranja: Eu sou viciada em coca-cola. É o néctar dos deuses, o supra sumo da gostosura. Mas... Passei a ingerir apenas um copo por dia e, nas outras refeições, eu tomo suco de laranja, que é antioxidante e saudável. E único suco que eu gosto. Mas prefiro a coca, deixo claro aqui!
  • Salada: eu não dispenso a lasanha, a batata frita, como o que tenho vontade. Mas no prato eu tento colocar uma porção menorzinha da gostosura e completar com salada. Assim agrado meu anjinho e meu diabinho.
  • Hidratar o cabelo: gente, cabelo feio envelhece. Hidrate o cabelo, que ele com balanço e maciez te dá uma cara mais jovem!

Bom moças, eu não recomendo essa minha vida sedentária e nada saudável pra ninguém. Pode ser que eu colha os frutos disso um dia, mas eu sou feliz sendo comilona e relaxada desse jeito. Acho que se a gente ficar cheio de neuras sobre o que é certo e errado, o que comer e não comer, o que fazer e não fazer a gente deixa passar muita coisa boa da vida. Tipo, perde um festão pra não faltar a academia (conheço uma pessoa que fez isso), deixa de curtir uma pizza gostosa, com vinho barato numa noite de chuva só pra não estragar a dieta...
Sejamos saudáveis, mas vamos nos permitir quebrar algumas regras? Se não fica chato.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Será que vai ser o Vasco ?

Meus lindos to com medo será que a taça da Copa do Brasil vai para o meu maior rival ? espero que não rsrs. Porém o mais importante hoje é falar do crescimento do Vasco depois que Roberto Dinamite chegou e aquele ridículo do Eurico Miranda foi embora quem é vascaino ou acompanha futebol sabe que ele roubou muito do Vasco prejudicando demais esse grande time
Vasco esta jogando muito,a vinda do Filipe ajudou uma das aréas de mais deficiência do Vasco a aréa de armação.


Apesar da rivalidade respeito o Vasco por sua história no futebol brasileiro estou falando do campeão da Copa Libertadores da Améria de 1998 esse titulo é um orgulho para os times que o tem.



Só na próxima quarta vamos saber quem vai ganhar, e enquanto isso eu digo força Curitibaaaaaaaaaa torço por vocês. kkkk

Eu Não Vou Usar: Batom Ultra-Escuro

Hello moças! Mais um post sobre tendências que eu não vou usar.
Já falei aqui que eu sou a doida do batom, né? Uso tudo quanto é cor, acho maravilindo. No dia da correria um batom ultra chamativo salva sua maquiagem basicona. Mas se tem uma coisa que eu não vou usar nem a pau é o tal do batom escurão, uva/berinjela quase preto, escurão, que está na moda nessa temporada.
Gente, simplesmente não dá. E olha que eu comprei um. Isso porque essa cor de batom fica bem pra dois tons de pele: o ultra claro (oi, Yasmin?), porque dá um contraste lindo. A pele clara de fundo rosado casa direitinho com esse batom. Fica uma lindeza. E também fica super lindo nas negras. Se eu fosse negra só usava batom escurão assim.



Mas não fica bem em mim. Explico: meu tom de pele é uó! Eu não sou branquela azeda. Mas também não sou morena. No verão, com o sol, minha pele bronzeia (raramente fico vermelha, até porque uso FPS 50), fica um tom de dourado muito bonito. Mas no inverno... minha pele desbota e fica um tom amarelado bizarro que eu não curto. Lembra da febre do Snob? Pois é, batom de fundo frio daquele jeito em mim fica uma desgraça. E esses batons berinjela também.
É uma pena, porque eu realmente gostei dessa tendência e teria muita vontade de usar. Mas aí fica uma dica pras leitoras: nem tudo o que está na moda fica bem em você. E, uma coisa chamada senso do ridículo me impede de aderir a uma coisa que achei linda, mas que tenho que reconhecer que não fica bem em mim.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Pelo Direito de Não Ser a Mulher-Maravilha.

          Gente, eu tava com dois posts prontos aqui ensinando a cuidar dos cabelos pra vocês, mas li uma coisa que me deixou tão revoltada que teve que virar post antes aqui. Li num blog aí que eu não vou citar nem linkar sobre um suposto caso em que um cara ia pedir o divórcio pra mulher porque depois que eles casaram ela perdeu a vaidade, engordou, parou de ser a namorada sempre arrumada e cheirosa que ele tinha pra se tornar uma esposa e mãe que usa camisão de flanela durante a faxina. Segundo ele a vida sexual do casal foi reduzida a quase nada, e ele queria se divorciar.
          Por fim, o post acabou com uma série de "dicas" pras senhoras casadas manterem o interesse dos maridos. O cúmulo foi sugerir que a mulher acordasse 5 minutos antes do homem, escovasse o dente, arrumasse o cabelo e... voltasse pra cama. Dá licença pra eu chorar de rir?
          Não vou entrar na relevancia da vida sexual pra um casamento (nem qualquer relacionamento, na verdade), mas na pressão social que AINDA persiste em cima da mulher. Talvez essa moça do blog devesse sugerir que as mulheres fizessem faxina de lingerrie também. Pra começo de conversa, casamento, pra mim, é parceria. Então não vem dizer que a falta de interesse é sempre culpa de uma só das partes, porque não é. Tudo é via de mão dupla, você dá e recebe, e se não está dando certo é por culpa de ambas as partes.
           Mas, tocando diretamente no ponto que me incomodou: que obrigação é essa que a mulher tem de ser sempre perfeita? Essa visão Sex And The City de que a nossa unha sempre tem que estar feita, o cabelo impecável, lingerrie nova e libido lá em cima é impraticável. Primeiro por uma questão de tempo e dinheiro. Até mesmo a mulher que é dona de casa tem obrigações, tem trabalho pra fazer. E qualquer tratamento estético (mesmo o potinho de creme que você usa pra fazer sua hidratação em casa) custa dinheiro. Segundo, por conforto e praticidade. Lugar onde mulher usa taileur e salto 15 pra ficar em casa se chama novela das 8.
           De resto, a verdade é que TODO MUNDO tem seu momento zero glamour. Todo mundo tem aquela roupa velha, mas super confortável pra ficar em casa. Todo mundo tem que fazer algum tipo de atividade onde quanto mais despojado você estiver, melhor (faxina, oi?). E todo mundo tem mau hálito matinal e acorda com a cara amassada.
           Eu sou a favor da vaidade. Acho que toda PESSOA (não só as mulheres) tem que se cuidar. Até porque alguns aspectos da vaidade são intimamente ligados à higiene. Mas a mulher não é obrigada a ser perfeita. Nós temos o direito de deixar pra lavar o cabelo amanhã porque hoje está frio e a raiz não está pedindo socorro. Nós temos o direito de adiar a depilação por estar com preguiça. Nós temos o direito de devorar uma panela de brigadeiro vendo True Blood sem neuras. Porque depois, se o resultado de alguma dessas práticas incomodar, a gente corre atrás do prejuízo. E se não incomodar, o corpo é NOSSO.
           Moças, cuidem do cabelo, usem maquiagem, ligerrie bonita, se preocupem em usar roupas que caiam bem. Mas façam isso porque vocês gostam e se sentem bem assim. E se permitam sair de cara lavada quando der preguiça de se maquiar, abandonar a escova quando der preguiça de ficar esticando o cabelo, usar moletom quando der preguiça de montar um look legal. O lugar das mulheres perfeitas é nos anuncios, desfiles e televisão. Nós somos de verdade, com dores de verdade, compromissos de verdade. E não podemos ser tratadas como objeto.
          Se você está com um cara como o exemplo acima, foge amiga. Porque o relacionamento se pauta em sentimentos, vidas comuns. Se pauta e quem você é, no jeito como você ri, encara a vida, supera os problemas. Se pauta na sua verdade e personalidade, e não na sua cara ou na sua bunda.
           E podem me chamar de feminista, eu não ligo. Só não admito tratarem mulheres (e homens também) como objetos, em vez de como seres humanos.